Paises e validade passaporte

Países Onde É Necessario Passaporte Com Validade De 06 Meses

África Do Sul, Países Onde É Necessário A Vacina Contra Febre Amarela, Afeganistão, Africa Do Sul, Albânia, Andorra, Antígua E Barmuda, Antilhas Francesas, Antilhas Holandesas, Azerbaijão, Bahamas, Bangladesh, Barbados, Bolivia, Botswana, Cabo Verde, Camboja, Cayman,Chad, Chile, China, Cingapura, Cook Osland, Costa Rica, Cuba, Djibouti, Egito, El Salvador, Emirados Árabes, Estônia, Filipinas, Gâmbia, Georgia, Ghana, Gibraltar, Granada, Guatemala, Guiana, Guiné Equatorial, Guiné Bissau, Haiti, Honduras, Hong Kong, Ilha De Malta, Ilhas Falkland, Ilha Solomon, Ilhas Fuji, Ilhas Mauricius, Ilhas Seycheles, Ilhas St. Vicente E Grenadines, India, Indonésia, Iraque, Jamaica, Kazakistão, Kiribati, Kyrgyztão, Laos, Líbano, Libéria, Macau, Madagascar, Malasia, Mali, Martinica, Mauritânia, Moçambique, Namíbia, Nepal, Nicarágua, Nigéria, Niue, Omã, Papua Nova Giné, Paquistão, Quênia, República Do Benin, República Do Congo, Ruanda, San Tomé E Príncipe, Senegal, Síria, Somália, Suriname Tailandia, Taiwan, Tanzânia, Togo, Trinidade E Tobago, Tunísia, Turkmenistão, Uganda, Venezuela, Vietnã, Yemen, Zimbábue.

Para algumas pessoas, a melhor parte da viagem é o planejamento. Para outros, essa fase representa dor de cabeça, confusão e indecisão. Mas independente do motivo da viagem, o fato é que tudo deve ser bem pensado e colocado em perspectiva, para evitar qualquer contratempo que possa transformar a viagem dos sonhos em um verdadeiro pesadelo.

Se você está pensando em tirar umas férias e partir rumo a outros países, alguns cuidados devem ser tomados para que tudo saia dentro do esperado. Anote agora algumas dicas preciosas para planejar sua viagem para o exterior com tranquilidade e segurança:

Passagens

Um bom planejamento é o segredo para uma viagem bacana — e que cabe no seu bolso. Ultimamente o valor das passagens tende a mudar do dia para a noite, mas é certo que quanto mais próximo do dia da viagem, mais caras elas ficam. Por isso, comece a pesquisar com uma antecedência de 8 a 5 meses da data da viagem.

O mesmo vale para as reservas de hotéis, que podem ser feitas através de serviços especializados, que oferecem promoções exclusivas e tarifas diferenciadas para quem se antecipa no planejamento.

Documentos necessários

Para viajar para o exterior, ou pelo menos para fora da América do Sul, é necessário um passaporte válido, com foto atualizada, emitido pela Delegacia da Polícia Federal. Caso o seu passaporte esteja vencido, verifique os requisitos exigidos para a sua renovação e agende uma entrevista para regularizar a situação do seu documento. Caso você ainda não tenha um passaporte, o procedimento é bem simples e rápido e todas as instruções estão bem explicadas no portal da Polícia Federal.

Outro documento indispensável é o visto de permanência, exigido por muitos países para que os visitantes estrangeiros possam entrar de forma legal. O visto é emitido pela Embaixada ou Consulado de cada país e as exigências para sua emissão variam de um para outro. Uma vez com o passaporte em mãos, pesquise as exigências do país de destino e providencie os documentos necessários para o seu visto.

Cuidados com a saúde e vacinas

Agende uma consulta com o seu médico e peça para fazer um check-up para evitar qualquer evento desagradável que envolva a sua saúde durante a viagem. É claro que imprevistos podem acontecer, mas viajar com a certeza de que tudo está em ordem é uma tranquilidade a mais.

Além disso, verifique as exigências referentes às vacinas que você deve tomar para entrar em determinado país. Os países signatários do tratado de Schengen exigem uma série de vacinas para que o turista permaneça no território, além da contratação de um seguro viagem. Na dúvida de quais você já tomou, compareça ao posto de saúde mais próximo e informe que deseja tomar as vacinas para viajar para o exterior. O sistema de saúde brasileiro já está preparado para esse tipo de demanda e fornece as vacinas, bem como os respectivos cartões de vacinação — de graça para qualquer cidadão brasileiro.

Seguro de viagem

Alguns países exigem que o turista tenha uma apólice de seguro válida com uma cobertura de, no mínimo, 30 mil dólares. A contratação de um seguro viagem é indispensável para que você esteja protegido no caso de algum acidente ou necessidade de consulta médica emergencial no exterior, além de outros benefícios que podem incluir hospedagem por alta hospitalar, proteção contra extravio de bagagem, repatriação no caso de urgência médica ou óbito, dentre outras características que variam de acordo com a seguradora.

Dinheiro ou cartão de crédito

Apesar do imposto incidente sobre as transações efetuadas no exterior com o cartão de crédito, que hoje está em 6,38%, a sua utilização é uma opção segura para quem vai viajar por diversos países e não quer correr riscos de carregar uma grande quantia de dinheiro.

É claro que é necessário ter algumas notas e moedas na carteira, para fazer pequenas compras ou para situações de emergência, mas a verdade é que andar com um bolo de dinheiro no bolso pode atrair pessoas com intenções não muito boas e você pode acabar se expondo a um risco desnecessário. Se optar por viajar levando dinheiro vivo, preste atenção no limite do valor que você pode levar para o exterior sem declarar perante a Receita Federal — que atualmente é de R$10 mil.

Além disso, é importante verificar se o destino escolhido para a sua viagem possibilita a utilização de cartões de crédito. Em alguns países da Ásia, Oriente Médio e África, as compras com cartão de crédito são praticamente inexistentes, com a exceção de pouquíssimos (e raros) estabelecimentos que possuem contas internacionais e aceitam essa forma de pagamento. E não precisa ir muito longe: pequenos vilarejos Europeus também têm a tendência de aceitar pagamentos apenas em dinheiro.

Portanto, ao planejar a sua viagem, é essencial que seja feita uma pesquisa detalhada sobre o país e principalmente sobre as cidades que deseja conhecer e se preparar para andar com dinheiro suficiente no bolso.

Viajando com crianças

No atual modelo do passaporte adotado pelo Brasil há a ausência das informações referentes à filiação. Isso implica na necessidade de andar com a certidão de nascimento ou carteira de identidade da criança, a fim de comprovar que você é o pai ou mãe da criança (ou documento que comprove que você é o guardião legal).

Além disso, prepare uma mala de mão com os itens que podem ser necessários durante a viagem de avião, como mamadeira, pó para fórmula, fraldas e lenços umedecidos. Lembre-se que não é necessário levar absolutamente tudo na mala de mão, apenas o compatível com a duração do voo.

Com essas dicas, a preparação da sua viagem certamente ficará mais tranquila.